SELEÇÃO BOM GOURMET

Para ficar de olho

Frutos da pandemia
Um time de jurados indicou estabelecimentos que inovaram durante a pandemia e que essas apontam as tendências da gastronomia. Escolher os nomes de cozinheiros, profissionais, empresas e empreendedores que se destacaram durante a pandemia, seja pela resiliência, pela capacidade de adaptação ou pela criatividade, não é uma tarefa fácil. Para dar conta do recado, o Bom Gourmet formou um comitê de jurados, convidando pessoas ligadas à área da gastronomia, que, dentro das possibilidades da pandemia, conseguiram circular e ficar atentos à cena gastronômica que se formou e que, por isso, têm autoridade para apontar nomes que fazem parte desse novo mapa gastronômico de Curitiba. Um time de peso, composto por jornalistas, publicitários e influenciadores, discutiu nomes que são destaques em nove categorias, cada uma voltada para um aspecto específico do fazer gastronômico. O encontro aconteceu na cozinha do Bom Gourmet, na sede da Gazeta do Povo, em uma noite de outubro. Algumas dessas categorias dialogam com formatos de negócio que têm se apresentado como tendência no cenário pandêmico e que dão indícios que continuarão quando as restrições passarem. Já algumas categorias visam destacar estabelecimentos que se reinventaram por completo no período, enquanto outras exaltam ações que fizeram a diferença durante os últimos anos, englobando desde deliveries especiais até práticas de combate à fome. Durante o encontro, que durou mais de quatro horas, o comitê levou em conta as saídas e os mecanismos criativos que permitiram que os estabelecimentos prosseguissem durante a pandemia. O objetivo é montar um mapa gastronômico que reflita as mudanças ocorridas desde 2020 e que ele aponte quais serão as direções que a gastronomia deve seguir nos próximos anos. Para entrar na lista final de cada categoria que vem a seguir nas próximas páginas, os nomes sugeridos deveriam ser um consenso entre os participantes do comitê e, quando alguma sugestão se encaixava em mais de uma categoria, os jurados apresentavam argumentos contra e a favor, de forma saudável e respeitosa, até atingirem um entendimento.

Confira quem faz parte do comitê:

Talita Boros - head do FoodCo., startup que oferece soluções para negócios de gastronomia. Formada em jornalismo, Talita foi editora do Bom Gourmet Negócios.
Roberta Braga - é editora da revista Pinó, impresso que circula mensalmente para assinantes, com notícias para quem quer viver o melhor de Curitiba.
Dani Machado - publicitária e criadora de conteúdo digital desde 2012, especializada na área de gastronomia.
Ledinara Batista - idealizadora do Curitidoce, site de indicações de confeitarias curitibanas que também oferece um passeio gastronômico pelos estabelecimentos.
Deise Campos - jornalista, editora do Bom Gourmet há mais de 10 anos, e coordenadora do Prêmio Bom Gourmet.
Guilherme Grandi - editor do Bom Gourmet Negócios e apresentador nas rádios Mundo Livre FM e Capital FM Curitiba.
Luiz Augusto Xavier - colunista do Bom Gourmet. Jornalista há mais de quatro décadas, assina o blog Panela do Anacreon, onde mostra as andanças por Curitiba.
Andrea Sorgenfrei - head da Pinó, unidade de novos negócios e soluções criativas nas áreas de gastronomia, decoração, arquitetura e inovação com as marcas Bom Gourmet, Haus e GazzConecta.
Guilherme Rodrigues - o advogado é colunista de vinho há mais de 10 anos e um gourmand em busca dos melhores restaurantes e sabores pelo mundo.
André Bezerra - é cronista de gastronomia e um dos organizadores do concurso Comida di Buteco, em Curitiba.
Mariah Luz - administradora, a digital influencer é criadora da marca O que fazer Curitiba, um guia de indicações, especialmente de onde e do que comer.
Reinaldo Bessa - jornalista do portal que leva seu nome e fala de temas variados, entre eles da gastronomia da cidade. É colunista da revista Pinó.
Jussara Voss - jornalista e colunista do Vosso Blog de Comida, é jurada de importantes prêmios mundiais, como o The World's 50 Best Restaurant.
Patrocínio